domingo, 5 de janeiro de 2020

Escolha de Sentimento




ESCOLHA DE SENTIMENTO

A insistência do querer quem lhe desdenha, é um dínamo gerador do próprio sofrimento.
É preciso que o indivíduo que se martiriza comece a evoluir na sua autoestima, e perceba que ele não tem domínio sobre o outro, mas sobre si, e quando ele estiver com o controle das suas emoções poderá estar livre para as melhores escolhas de sentimento.
                Sentimento é escolha, e como há opção de se escolher entre ser livre e feliz, ou ser escravo e sofrer, é razoável que haja razão na escolha desse sentimento.
                Os apaixonados pelo canto da sereia acreditam que ela é o seu motivo de vida, e pelo encantamento nadam para a morte.
Os que se apoderam de um sentimento de paixão se segam nas suas emoções, e são guiados pelas ilusões dos apaixonados. Quando voltam a ver a luz se deparam com um fracasso de sentimento, e um vazio de tempo perdido e de um envelhecimento precoce.
                Longe de ser contra as paixões, só creio que só temos um tempo de vida para perder com quem não sabe valorizar o brilho dos sorrisos.

                                                                                                Luis de Castro

Fortaleza, 05 de janeiro de 2020.





sexta-feira, 3 de janeiro de 2020

Luis de Castro por ele mesmo


LUIS DE CASTRO
Por ele mesmo
Fortaleza, 03 de janeiro de 2020.


Luis de Castro é um dos heterônimos de Luis Carlos Rolim de Castro (Lucarocas).
É um estudioso da psicologia e da psicanálise. O seu trabalho é voltado para o servir ao próximo através das suas ideias e opiniões que levam as pessoas a refletirem sobre a sua própria existência, e a sua experiência nesse tempo de vida.
As suas opiniões não são vinculadas a nenhum estudioso particularmente, já que transita nas mais diversas vertentes do conhecimento.
Desde cedo as suas visões de mundo já se formavam em opinião própria, sempre surpreendendo os mais adultos sobre as suas ideias do bom viver, tanto moral, e espiritualmente.
Bom leitor traz várias formações acadêmicas em diversas áreas do conhecimento tais como: Graduação em Letras, Especialista em Educação e Gestão Escolar, Mestrado em Literatura, dentre outras. Essas formações sempre solidificaram o desejo de agregar, academicamente, o curso de Psicologia, embora para muitos, apenas por certificação de conhecimento, já que nesse assunto o Luis trabalha com certa habilidade há algum tempo.
Com pretensões de construir um mundo melhor para esse novo tempo Luis de Castro nos chega com a vontade que sempre teve de ajudar ao próximo, e vê-lo ainda mais feliz, realizado e esclarecido em novas temáticas de vivência humana.
O modo como o Luis de Castro vê certos temas surpreende, muitas vezes mostrando que o mais simples é o que tem mais valia, e que as buscas às vezes não são necessárias para encontrar o que se quer.
A sua literatura vem de tempos, e que de modo simples costuma dizer muito com poucas palavras, abordando temas que levam a uma reflexão de mudança de atitude, que pode mudar um estágio de vida trazendo qualidade ao tempo e ao modo de como se está passando por esse tempo de vida.
O seu primeiro trabalho publicado oficialmente em livro surgiu em 2019 no livro Encontre-se... Sentimento de alma, Palavra de coração onde ele faz interferências analíticas em estrofes escritas pelo Lucarocas Poeta. De maneira simples ele traz comentários do tema tratado em cada estrofe, e não uma análise literária do texto. Seu texto em prosa analítica traz à luz sentimentos e emoções que, muitas vezes não são perceptíveis aos leitores de poesia.
Em tempo vocês irão tendo conhecimento do Luis de Castro e do seu modo de ver os sinais do novo mundo.
Fiquem com um trecho do livro Encontre-se..., e até um novo encontro.

PRECISÃO DE POETA
                                Por Lucarocas

O corpo pede descanso
Na alma um pouco de paz
Um pensamento bem manso
Pra ação de ser capaz
De fazer tristeza e dor
Se transformar em amor
Na poesia que faz.

PRECISÃO DE POETA
  Por Luis de Castro

          A poesia é o labor do poeta transformado em emoções. O poema é construído, a poesia é burilada pelos deuses da alma que tocam o coração. O poeta constrói o poema, a emoção é que faz a poesia fluir nas palavras arrumadas na sensibilidade de cada feitor de poemas.
          O descanso é a pausa que o corpo pede para ser útil na construção de uma obra. A paz da alma é a oração necessária para a poesia ser um reflexo de Deus. A mansidão do pensamento, a serenidade da construção de saberes para o fazer poético.  Com esses elementos é possível que um ser mortal consiga transformar versos em poesias, poesias em emoções, e a dor na grandeza do amor. Mas esses elementos, mesmo que transpirados por qualquer motivação não se completam se junto a eles não houver o milagre de cada um ter seu Deus de inspiração.






Escolha de Sentimento

ESCOLHA DE SENTIMENTO A insistência do querer quem lhe desdenha, é um dínamo gerador do próprio sofrimento. É preciso que o in...